Hospedagens no Japão e na Coréia

Assim que você definiu suas datas de viagem, conseguiu comprar sua passagem você deve CORRER pra reservar sua hospedagem. Sem brincadeira, dependendo de onde você quer ficar e da época do ano, as opções podem desaparecer diante dos seus olhos…

Se você tem sorte de fazer uma boa reserva financeira e pode arcar com um hotel, parabéns cara.. corre pro abraço no Booking ou expedia, mas se você é como eu, onde conforto é o de menos, o importante é ser barato e limpo, VEM COMIGO.

 

kpoproadfinal
Nós demos muita sorte e conseguimos um apê bem acessível em Gangnam

Se você está viajando sozinh@ ou mesmo com um amig@ e não encana muito com privacidade, minha sugestão são os hostel de quarto compartilhado e até os quartos compartilhados em Airbnb. Se o espirito de aventura permite de verdade, você pode até se aventurar por Couch Surfing mas acho que não é o caso para a maioria das pessoas.

Quartos compartilhados ou quarto individual em um apartamento, além de mais barato, é uma forma interessante de conhecer pessoas e até ter um apoio local, já que muitos anfitriões moram na casa e dão um suporte legal para o viajante.

Se você vai em um grupo maior  (nós vamos em 5), vale a pena olha apartamentos inteiros no Airbnb ou quartos compartilhados juntos em hostel (em Busan e em Osaka nos ficaremos em um quarto compartilhado de hostel, mas só a gente).

Nós estamos viajando em uma época de baixa temporada (outubro) e olha, nós fizemos as reservas em JUNHO, mais de 100 dias antes da viagem e ainda vimos locais que nós tínhamos interesse literalmente DESAPARECER … tá … não LITERALMENTE,  mas ficarem indisponíveis. Inclusive, alguns dos apartamentos que alugamos não tinham disponibilidade para todos os dias e nós teremos que nos mudar no meio do percurso (e acreditem, fazer isso, com mala, é uma dor de cabeça e um dia de passeio perdido).

Escolha os bairros e as Estações de metro

architecture buildings business city
Foto por Burst em Pexels.com

Se você mora ou já morou em cidade servido por trem ou metro (Sortud@) sabe a importância de se estar próximos à estações de trem e metro. Isso é particularmente verdadeiro quando se trata de Coréia e Japão. Ter uma ideia de onde você quer ir, o que quer fazer ajuda  na hora de procurar hospedagem.  Procure estações próximas ao seu destino. O sistema de trem e metro cobra uma tarifa dinâmica, de acordo com a distância viajada, então não faz muito sentido economizar na hospedagem se vai gastar a economia no percurso, sem contar que ninguém merece gastar mais de 2h por dia num trem em plenas férias. Marque no google maps os locais que você pretende ir, veja as vizinhanças próximas e quando for fazer a busca, busque pelo bairro ou pela estação, construa rotas… veja que tipo de vizinhança é… se é um bairro vertical (com muitos prédios) muito comercial, com muito transito, ou se é uma vizinhança horizontal, com muitas casas residenciais. O primeiro pode ser mais barulhento, mas as possibilidades de você ter serviços a disposição e gente que fala inglês para pedir um help é maior.

Mais pra frente eu vou detalhar nossas hospedagens, provavelmente durante a viagem, então assine o blog para acompanhar

Pra quem vem de cidade violenta, a segurança pode ser um outro ponto de observância, principalmente para nós mocinhas. Mas em todos os lugares que eu pesquisei, além da criminalidade ser extremamente baixa, tirando algumas abordagens mais ousadas ( e muitas vezes incomodas), a segurança não é exatamente um problema (pelo menos não comparado com o nosso país). Claro, Prudência é SEMPRE IMPORTANTE, principalmente quando se viaja sozinho.

Decifrando o endereço

Vamos supor que você já fez sua reserva e recebeu o endereço do seu host…. e ele se parece com algo assim:

서울시 강남구 선릉로133길 23
02-518-6696

Socorro né? (btw, esse é um dos endereços do host que a gente vai ficar em Busan, é uma rede grande que tem hostel em toda coreia, o Kimchee). Pra ser BEM SINCERA eu ainda não sei ler esse de endereço. Pra piorar, o google maps não “entende” muitos dos endereços coreanos.  Eu ainda estou tentando entender, e prometo quando descobrir o mistério, eu volto aqui pra contar. Mas por enquanto fica a minha dica que, pra coreia, o negócio é instalar o Naver Map e ser feliz. Pedir ajuda ao HOST de como é a melhor forma de chegar é importante, anote a estação aonde você está e algumas dicas de como pedir (e entender ) instruções. Em um outro post eu posso escrever sobre palavras essenciais para sobrevivência.

Por enquanto é isso… faltam 55 dias para nossa viagem e a ansiedade está a mil…

Fiquem atentos nos próximos capítulos…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s